Corpo Técnico

Na Gallaecia in Armis várias pessoas dedicam tempo e esforço à investigaçom de novas linhas de HEMA, assim como à organizaçom de treinos e seminários. Som responsabilidades do corpo técnico:

  • A investigaçom de diferentes àreas nas HEMA
  • A organizaçom de esses conhecimentos em aulas
  • A difussom geral das HEMA na populaçom

Instrutores residentes

Andrés
Herrero García

Aulas de espada roupeira -- Fotógrafa: Loli Fernández.

Teve o seu primeiro contato com as artes marciais com o karate na sua infância. Testou pola primeira vez as HEMA em 2011, namorando imediatamente duma arte marcial que, para além do seu interesse intrínseco, tem também relaçom com os seus estudos em História.

Embora ter interesse na totalidade das Artes Marciais Históricas Europeias, centra-se na esgrima histórica com espada roupeira, na escola da Verdadeira Destreza, com especial interesse nos manuais da primeira metade do século XVII.

Denís
Fernandez Cabrera

Esgrima antigua 100-3

Treinava Judo e Aikido antes de conhecer as artes marciais históricas europeias. Co-fundou a Gallaecia in Armis (na altura Sala Compostelá de Esgrima Antiga) em 2008.  Estudou Física e Informática, mas trabalha como desenhador gráfico. Culpa do interesse nas HEMA a seu pai, por criá-lo com contos do Rei Arthur e histórias de cavalaria.

Instrutor de espada longa na Gallaecia in Armis, estuda o Kunst des Fechtens de Johannes Liechtenauer com especial interesse nos manuscritos mais antigos. Tem ministrado aulas em encontros da federaçom galega AGEA e da federaçom portuguesa FPEH. Faz parte do comité editorial da AGEA Editora. É co-tradutor da versão inglesa do Manuscrito da Espada.

Iago
Santalizes Outeiro

Aulas de espada e borquel -- Fotógrafa: Loli Fernández.

Iniciou o seu interesse polas artes marciais com o taekwondo, disciplina que praticou até bem entrados os 25 anos.  Depois de tentar várias outras disciplinas como o kung-fu e wing-chung conhece as HEMA e decide dedicar-se ao seu estudo e prática. Co-funda a Gallaecia in Armis (na altura Sala Compostelá de Esgrima Antiga) em 2008 e continua dedicado à promoçom da sala de armas e as HEMA em geral.

Instrutor de espada e broquel na Gallaecia in Armis, estuda o Walpurgis Fechtbuch (MS I33) do Clerus Lutegerus. Tem ministrado aulas em encontros da federaçom galega AGEA e da federaçom portuguesa FPEH.

Jose
«Ederon» Canedo

retrato ederon - 2

O seu interesse nas HEMA é relativamente recente, embora tenha experiência anterior em outras artes marciais como judô, kung-fu ou tai chi chuan.

Atualmente, ele é instrutor de espada e broquel na Gallaecia in Armis. Depois de passar por outras disciplinas como a espada longa e a espada roupeira, deixa-as para se dedicar inteiramente ao estudo e prática da tradiçom recolhida no MS I33.

Manuel Valle Ortiz

Manuel por Victor LerenaNascido na Cantábria e esgrimista de vocaçom, passou mais de duas décadas a pesquisar as fontes das tradiçons de esgrima ibéricas. Manuel lidera a equipa de investigaçom da AGEA Editora, com que tem publicado trabalhos de pesquisa e ediçons críticas de vários tratados de Destreza.

Manuel tem falado em palestras em multiples pontos da Europa (Galiza, França, Espanha, Escócia) e da América para diversas organizaçons (AGEA, AEEA, FEEH, HEMAC, WMAW, entre outras). É um membro ativo da comunidade HEMA internacional, sendo referência no campo da bibliografia. Além de membro da Gallaecia, faz parte da Historical European Martial Arts Coalition e é sócio honorário da Federación Española de Esgrima Histórica.

Instrutores associados

Ton Puey

Ton Puey na Florença, 2015

Ton Puey na Florença, 2015

Praticou karaté shotokan por 8 anos na sua infância treina esgrima desportiva (espada) desde 1995. Em 2002 começa a investigar as artes marciais ocidentais. Em 2005 cria um pequeno grupo que seria o germe da federaçom galega AGEA, da que é diretor técnico.

Ton ministra aulas de HEMA desde 2005 até o presente no clube de esgrima desportiva da Corunha, desde 2009 na Universidade da Corunha, e desde 2010 no Clube 100Tolos. Em 2014 cria a Academia da Espada, a sua marca profissional para o ensino das HEMA, o que o converte numa das poucas pessoas no mundo a viver desta actividade.

É um instrutor com demanda internacional, sendo chamado para ministrar aulas em Bilbao, Viena, Dijon, Sintra, Toledo, Lisboa, Roma, Florença, Deltf, Barcelona, Majorca, Alacant ou Chicago, entre  outros.

No âmbito investigador está focado na Verdadeira Destreza ibérica dos séculos XVI – XVIII, e é membro do conselho editorial da AGEA editora, onde co-redigiu duas das obras publicadas, Tratado das Lições da Espada Preta e Destreza que hão de usar os jogadores dela, do mestre Thomas Luiz, e Manuscrito da Espada, anônimo do século XVII.

Está filiado à Historical European Martial Arts Coalition e é membro honorário da Federación Española de Esgrima Antigua. Fundou, junto com Alberto Bomprezzi e Denís Fernández Cabrera, a ESPADA – Comunidade Iberoamericana de Artes Marciais Históricas Europeias para a promoçom internacional das HEMA.

Ton colabora com a Gallaecia in Armis regularmente em aspectos investigativos e técnicos, e pontualmente ministra seminários de temática diversa (tecnificaçom, biomecánica, esgrima cénica, aspetos avanzados da Verdadeira Destreza, etc).