Código de conduta da Gallaecia

Têm os mestres obrigação de estarem em pé, com o bastão na mão para atalharem as sem-razões, e castigarem a quem as cometer.

— Thomás Luís,
Tratado das lições da espada preta
e destreza que hão usar os jogadores dela

0. Preâmbulo

0.1. Este documento recolhe o modo em que se devem comportar as pessoas associadas (em diante «associadas») à Gallaecia in armis: artes marciais históricas europeias (em diante «Gallaecia» ou «a organizaçom») para preservar o bom nome da Gallaecia e a integridade física de todas as associadas. Este documento é aprovado pola organizaçom da Gallaecia e tem carácter oficial, e será-lhe entregue uma cópia a todas as novas associadas, assi coma às associadas que a solicitarem à organizaçom em qualquer momento.

0.1.1. Entende-se por «Gallaecia in armis: artes marciais históricas europeias», «Gallaecia» ou «organizaçom» ao conjunto de actividades desenvolvidas pola associaçom Sala Compostelá de Esgrima Antiga (em diante «SCEA»), sendo os nomes indicados marcas comerciais da mesma. Quando se referir à «organizaçom» como interlocutora, entenderá-se a própria SCEA, e a comunicaçom será através das pessoas responsáveis da actividade específica ou por contacto com os canais oficiais da associaçom.

0.1.2. Entende-se por «associadas» às pessoas que tomam parte duma actividade organiçada pola SCEA, bem como SCEA, bem como Gallaecia. Estas actividades podem incluir, mas nom se limitam a: seminários, aulas regulares, campeonatos, exibiçons, etc.

0.2. Este documento será referenciado internamente na SCEA e na Gallaecia coas siglas CCG, e citado na forma CCG.1.1., etc.

0.3. Aguarda-se de todas as pessoas associadas à Gallaecia e/ou à SCEA uma atitude respeitosa, solidária e tranquila. Em todo momento deverám as pessoas associadas atender e seguir as instruçons da pessoa responsável da actividade em curso. A prática das HEMA é um privilégio, nom um direito, e a organizaçom reservar-se-há o direito de admissom para quaisquer pessoa em quaisquer actividade. O propósito do resto do documento é apenas estabelecer uma guia sobre a que dominará, em todo momento, a anterior reflexom.

1. Das faltas

1.1. Consideraram-se faltas acçons que nom tenham consequências permanentemente negativas para a Gallaecia ou as suas associadas. As faltas deveram de ser consideradas uma advertência e registadas nas actas da associaçom, e serám notificadas às associadas implicadas pola organizaçom.

  • Actos e manifestaçons que danem a imagem pública da Gallaecia.
  • Uso de material de AMHE de maneira indevida em público e/ou privado.
  • Falha no pago de um mês de quotas.

2. Da expulsom da Gallaecia

2.1. Será causa de expulsom da sala quaisquer dos seguintes pontos:

  • Incorrer em três faltas no curso de seis meses.
  • Uso de espadas afiadas em adestramentos ou brigas com outra pessoa, dentro ou fora da sala, sem a autorizaçom explicita e escrita da organizaçom.
  • Actos ou atitudes discriminatórias para qualquer associada.
  • Actos violentos dentro e fora das actividades da Gallaecia.

2.2. A expulsom será-lhe notificada pola organizaçom à pessoa implicada, que poderá recorrer diante da mesma para uma revissom da decissom. Em todo caso ficara ao critério exclusivo da organizaçom se a pessoa pode volver ou nom às actividades antes da nova resoluçom.

2.3. A notificaçom de expulsom da sala fará-se em todo caso por escrito, bem entrega em mão, bem mediante burofax no caso de nom ser possível contactar com a pessoa. No caso de entrega em mão, a pessoa assinará uma cópia da mesma para o arquivo da associaçom. A constância da expulsom será registada nas atas da organizaçom.

2.4. A pessoa expulsada deverá devolver o seu cartom de associada, se o tiver. A pessoa expulsada absterá-se em diante de se identificar como associada à Gallaecia ou à SCEA.

2.5. No caso de o motivo de expulsom for o possível ou real prejuízo que as manifestaçons ou acçons da pessoa expulsada causarem à Sala, a organizaçom tomará as medidas necessárias (comunicados públicos, etc) para se desvincular de essa pessoa e, de o considerar necessário, iniciará as acçons legais pertinentes.

Este código de conduta da Gallaecia foi atualizado a 15 de Janeiro de 2014.